Letícia Tuí

"Se vivo fossem Jackson do Pandeiro e Gordurinha certamente estariam radiantes, mas de onde estiverem devem abençoar Letícia Tuí para que ela reedite a qualidade de Sambaião" - Ricardo Anísio, Jornal O Norte. Cantora de grande referencia do ícone cultural carioca, Letícia Tuí mistura tudo que é bom: samba, xote, afoxé, forró, frevo, baião... Há oito anos nos palcos, ela se destaca como um dos novos talentos representativos da MPB. Com típica variedade de ritmos, utiliza de influências da cultura popular brasileira dos morros cariocas e do folclore nordestino.
Digna de um repertório aclamado pela crítica e pelo público, em 2008, a cantora carioca foi indicada em duas categorias para o Prêmio TIM. Na categoria Melhor Cantora Regional concorreu com Elba Ramalho e Ivete Sangalo. Foi indicada também a Melhor Cantora por Voto Popular, junto com Elza Soares, Gal Costa e Alcione, entre outras artistas já conceituadas na MPB. Histórico: Letícia nasceu no Rio de Janeiro, em 28 de novembro de 1973 e começou a cantar com apenas 3 anos nas reuniões de família.
Aos 12, ganhou seu primeiro violão e com o pai, freqüentava serestas. Durante toda sua adolescência, teve embasamento musical. Ganhou um concurso de música na escola enquanto em casa, afinava seu violão ouvindo Caetano Veloso, Gilberto Gil, Gal Costa e Chico Buarque. Somente em 1998, Letícia iniciou aulas de Canto. Paralelamente, aprendia Teoria Musical com o saxofonista e flautista Alexandre Caldi, que a ensinou ver a música com olhos mais apurados. Pouco depois, manteve contato com o compositor, pianista e arcordeonista Marcelo Caldi, que acreditou em seu talento e a incentivou cantar.
Começou a freqüentar seus ensaios, onde teve a oportunidade de fazer sua verdadeira "faculdade de música". Em 2000, o músico a convidou para fazer uma participação no seu show em um piano bar em Ipanema e foi então, na primeira vez que subiu ao palco, Letícia percebeu que queria definitivamente adotar a música como profissão. De imediato, Letícia decidiu começar a montar repertório para seu próprio show. A primeira banda contou com Marcelo Caldi e Alexandre Caldi, o baterista e percussionista Carlos César Motta, o violonista e musicólogo Felipe Trotta e o baixista Jorjão Carvalho.
No ano de 2002, estreou com canções de compositores inéditos ou pouco divulgados pela mídia. Manteve esta marca como proposta de carreira. O compositor Edu Kneip logo se impressionou com sua voz e a convidou para gravar uma faixa de seu CD e fazer participações nos seus shows. Mas foi depois de conhecer o acordeonista e pianista Chico Chagas, que começou a definir um estilo próprio. Em 2004, Chico a convidou para cantar nas noites cariocas em sua banda que se apresentava no antiquário e bar Rio Scenarium. Letícia aceitou e se encantou com o samba e o forró devido à diversão e espontaneidade das letras e melodias. Nesta época em diante, Letícia se consagrou nas casas de shows da Lapa. Em 2007, lançou o primeiro CD que batizou com o nome de "Sambaião", definição literal de suas novas músicas.
A direção ficou por conta de Alexandre Caldi e os arranjos em parceria dele com o irmão Marcelo Caldi. Das 13 músicas, 10 são inéditas, dentre elas: "Nos Olhos do Amor", de Geraldo Azevedo, que também faz uma participação no disco. O repertório é bastante dançante e conta com arranjos bem elaborados, com destaque para "Xote pra Clara" de Alfredo Del Penho, e participação do violinista francês Nicolas Krassik. Letícia ainda fez questão de incluir três releituras de músicas de cantores que sempre admirou: Gilberto Gil, Chico Buarque e o verdadeiro rei do sambaião Jackson do Pandeiro. "Ela começa o disco relendo um clássico pouco lembrado do Jackson do Pandeiro, Cabeça Feita, e encerra com ótima composição de Edu Krieger, Bora, que poderia fazer par de jarras com Vai passar de Chico Buarque. Suave na versão de Meu Guri, distante da visão dramática de Elza Soares, ela flerta com o baioque ao lembrar Parabolicamará, de Gilberto Gil. De Edu Kneip ela canta Carcar e É pra vocês aí, samba cheios de surpresas", elogia Kiko Ferreira do Estado de Minas.
Letícia já iniciou gravações de seu segundo CD, previsto o lançamento para o ano de 2009. Aguardem!
Previous
Next Post »

1 comentários:

Write comentários
27/02/2009 01:42 delete

AGENDA DE SHOWS
---------------------------------------
27 fev 2009, 20:00 08:00 PM - Centro Cultural Carioca
Rua do teatro, 37. Centro, RJ, Rio de Janeiro - R$20,00

Letícia Tuí no CCC Rua do teatro, 37. Centro couvert: R$20,00 22h

Reply
avatar