Samba de Rainha

Samba bom, samba sim, samba dentro de mim! Cinco percussionistas vibrantes, duas instrumentistas levando a harmonia e a melodia com entusiasmo e precisão, e uma vocalista expressiva.
Esta é uma simples descrição do grupo Samba de Rainha, que das rodas de samba informais passou a animar pequenas festas e eventos e, quando menos esperava, já estava dividindo a paixão pelo samba com o público da quadra da Rosas de Ouro, do Traço de União, Bar Brahma, Teatro da Galeria Olido e Boteco Bohemia (2 anos seguidos).
No palco, estas oito jovens esbanjam vigor, energia, alegria e inspiração para exaltar o samba. Além das composições próprias, nos shows elas reverenciam suas origens e influências em versões singulares de canções de grandes nomes como Ary Barroso, Benito de Paula, Caetano Veloso, Adilson Bispo, Paulo César Pinheiro, Roberto Mendes e Jorge Pontual, entre outros, mantendo viva a memória e reinventando o samba.
Com arranjos e direção musical de Ratinho do Cavaco, o primeiro cd, “Isso é Samba de Rainha”, saiu em dezembro de 2004 com dez músicas inéditas de autoria de integrantes do grupo. O Samba de Rainha já abriu shows de Mart’nália, Leci Brandão e Marcelo D2, com quem também dividiram o palco.
Na Virada Cultural de São Paulo, em 2007, a apresentação do Samba de Rainha, às 5 horas da manhã, reuniu 3 mil pessoas no centro da cidade. O reconhecimento do público ficou claro quando se apresentaram no Projeto Prata da Casa, do SESC Pompéia, em janeiro de 2008, com lotação esgotada, deixando cerca de 300 pessoas para fora.
Logo em seguida viajaram para a Europa, em sua primeira turnê internacional. Em Portugal foram 8 shows durante o Carnaval, com destaque para o Casino Estoril em Cascais e o Theatro Circo de Braga, recebendo críticas positivas e se apresentando nos programas de maior audiência da tevê portuguesa. De lá seguiram para Londres, onde levantaram o público com sua versão em samba de ‘Satisfaction’ e chamaram a atenção da imprensa inglesa, com destaque no The Guardian.
Na volta, o Samba de Rainha lança seu segundo álbum, “Vivendo Samba”, com composições próprias e inéditas, e arranjos em parceria com o produtor T. Kaçula.
Previous
Next Post »